• Mitra

Mini glossário: 57 termos que empresários precisam entender

É comum o contador usar termos que nem todo empresário entende. Acontece com você?

Na Mitra Inteligência Contábil nós pensamos constantemente em maneiras de facilitar a sua vida enquanto empreendedor.

Por isso elaboramos este mini glossário com 57 termos, presentes em documentos, e-mails e até mesmo na fala, que todo empresário precisa entender. Confira!


A


Amortização

Diz respeito à redução do valor total de uma dívida através de pagamentos graduais antecipados até a sua quitação. O valor das parcelas pode ser variado ou fixo, dependendo do modelo de amortização escolhida.


Ativo

São os bens e direitos da empresa que possuem custo mensurável, tais como imóveis, máquinas, equipamentos, vantagens financeiras, valores em banco (conta movimento, conta corrente e derivadas), recebíveis, etc.


B


Balancete

Balanço parcial, geralmente mensal, que permite a análise da situação financeira da empresa.


Balanço Patrimonial

Demonstra a situação econômico-financeira da empresa por meio do ativo, passivo e patrimônio líquido, relativo a um exercício social completo.


C


Capital de Giro

São ativos que permitem o funcionamento pleno do negócio, tais como: dinheiro em caixa, investimentos líquidos e valores a receber.


Capital de Risco

É o aporte financeiro feito no início da empresa, expansão e mudança de gestão, geralmente devido a serem fases com risco de incertezas no negócio.


Carta de Correção

Trata-se do documento para alterar alguns tipos de informações errôneas na nota fiscal eletrônica.


Certidão Negativa

É um documento que tem como objetivo comprovar que uma pessoa, empresa ou bem (carro, imóvel, terreno, etc.) não possui débitos junto aos órgãos públicos nem ações civis, criminais ou federais.


Custos Fixos

São as despesas que se mantém até certo limite inalteradas, independente da produção ou das vendas.


Custos Variáveis

São os custos que apresentam variações em seus gastos devido ao número necessário para atingir uma demanda estabelecida. Geralmente acontecem em períodos sazonais.


D


Demonstração de Fluxo de Caixa

É o relatório de averiguação de entradas e saídas financeiras.


Demonstração de Lucros e Prejuízo Acumulados

Demonstra de que forma o lucro foi aplicado. É obrigatório para empresas que têm escrituração contábil regular.


Demonstrações Financeiras

Permite a análise da situação financeira da empresa, para tomadas de decisões.


Duplicata

São títulos de crédito utilizadas para transações comerciais e estabelece a compra da mercadoria ou aceitação pelo serviço prestado.


E


Encargos Sociais

São os direitos dos trabalhadores previstos em leis, como o 13° salário, férias, FGTS, INSS, licenças, vale-transporte, adicionais e PIS/PASEP.


Exercício Social

Diz respeito ao período que o empresário tem para apresentar as demonstrações financeiras ou contábeis, dentro de um ano com a data fixada no Estatuto Social ou Contrato Social.


F


Fatos Administrativos ou Contábeis

São transações que influenciam a situação patrimonial da empresa, podendo ou não alterar a situação líquida. Como, por exemplo, o pagamento de salários, empréstimo bancário, compra de mercadorias, etc.


Faturamento

Trata-se da soma dos valores totais apurados em vendas de produtos ou serviços, dentro de um período determinado.


Fluxo de caixa

É uma ferramenta que apura e projeta o saldo disponível para sempre existir capital de giro para aplicação ou eventuais gastos. Nela constam a atual quantia disponível e os gastos necessários para ofertar um resultado único ao cliente.


I

Índice de Liquidez

Avalia a capacidade da empresa de cumprir suas obrigações com seus fornecedores e credores.


Integralização

É a inclusão de bens no negócio para aumento de capital.


J


Juros Reais

São os juros que verdadeiramente conferem riqueza ao investidor, pois trata-se do retorno financeiro que o investidor tem acima da inflação, ou seja, o quanto realmente irá ganhar.


Juros Nominais

São os juros que se encontram expressos de forma bruta, no período da aplicação, sem considerar a inflação. Por isso não expressa o juros real.


L


Lucro Bruto

É a subtração do valor vendido pelo custo variável.


Lucro Líquido Antes do Imposto de Renda

É o lucro operacional menos as despesas não-operacionais, mais as receitas não-operacionais, apresentado na demonstração de resultado do exercício.


Lucro Operacional

É o lucro bruto menos as despesas operacionais.


Lucro Acumulados

Trata-se do valor conquistado pela empresa para serem reinvestidos ou divididos entre os acionistas.


M


Margem

Margem de lucro é a porcentagem adicionada aos custos totais, de um produto ou serviço, formando o preço final da comercialização e definindo a porcentagem de lucro que a empresa terá em cima daquela venda.


Margem de Contribuição

Demonstra o ganho bruto, ou seja, quanto o lucro da venda de cada produto irá ajudar a cobrir as despesas e custos. É importante para a precificação dos produtos e serviços.

Moratória

É o nome dado ao atraso no pagamento de uma dívida, acordada entre o credor e o devedor e de natureza extrajudicial. O pedido de moratória é normalmente associado a pessoas e empresas que se veem incapazes de arcar com os débitos contraídos.


N


Nota Promissória

Trata-se de um título de crédito que não envolve operação bancária ou empresas financeiras e funciona como uma promessa de pagamento pelo devedor.


Notas Explicativas

São complementos das demonstrações contábeis para esclarecer detalhadamente dívidas a longo prazo, capital e investimentos, por exemplo.


P


Passivo

O oposto do ativo: dívidas, contas a pagar, obrigações físicas e jurídicas que a empresa precisa prestar e conservar na regularização da sua situação enquanto prestadora de serviços.


Passivo a Descoberto

É o patrimônio líquido negativo, ou seja, quando o valor das obrigações para com terceiros é superior ao dos ativos (quando superam os valores dos bens e direitos).


Passivo Circulante

Corresponde às contas que sejam realizáveis dentro do exercício social da empresa, prazo este de 12 meses da demonstração do balanço patrimonial. Também é conhecido como exigível a curto prazo.


Passivo Exigível

São as dívidas com terceiros que deverão ser quitadas dentro de um determinado período. Representa, portanto, a junção dos passivos circulantes e não circulantes de uma empresa.


Patrimônio

É o conjunto de bens e direitos (ativos) e obrigações econômicas (passivos) de uma empresa ou pessoa física.


Patrimônio Líquido

É o patrimônio que pertence aos sócios, após ser subtraído os ativos e passivos da empresa.


Prejuízos Acumulados

São os resultados negativos dentro de um determinado período. É ideal para comparação com os lucros acumulados, para verificar se o resultado está positivo ou negativo e, assim, fazer o resultado acumulado.


R


Recebíveis

Também conhecido como contas a receber, são os valores devidos a partir da venda de produtos ou prestação de serviços.


Receita Bruta

É sinônimo de faturamento: a soma dos valores totais apurados em vendas de produtos ou serviços, dentro de um período determinado.


Receita Diferida

Trata-se do pagamento recebido antes de ser reconhecido contabilmente.


Receita Operacional Líquida

Representa a diferença entre o valor pago pelo produto, menos os impostos e descontos.


Receita Não-Operacional

São valores recebidos na empresa de produtos e serviços que não se encaixam nas atividades principais ou acessórias do negócio.


Regime de Caixa

Recebimentos e pagamentos ocorridos efetivamente na apuração de um exercício.


Regime de Competência

É um método de registro de lançamentos contábeis que é realizado no período de competência da receita ou despesa realizada.


Resultado Apurado

Remete ao cruzamento de receitas e despesas por período, para verificação do resultado líquido da empresa.


Resultado de Exercícios Futuros

São receitas que entram antecipadamente no caixa da empresa.


Resultado Operacional

É o lucro conquistado a partir da dedução de despesas e custos.


S

Sociedade Anônima

Empresas de capital aberto que têm cotas do seu capital comercializado via bolsa de valores e permitem que qualquer pessoa possa comprar as cotas da empresa.


Sociedade Limitada

É um tipo societário que estabelece normas com base no valor investido por cada associado, e cada qual possui suas responsabilidades de acordo com as cotas que obtém.


T


Taxas Flutuantes

É a garantia exigida pelos bancos sobre os ativos da empresa, que variam para mais e para menos.


Termo Aditivo

Tem finalidade de alterar ou acrescentar informações em contratos.


V


Valor Justo

É o valor pelo qual um ativo pode ser trocado, um passivo liquidado ou um instrumento patrimonial concedido entre partes em uma transação em que não haja relação de privilégio entre elas.


Valor Justo menos despesas para vender

Trata-se do valor que pode ser obtido com a venda de um ativo ou unidade geradora de caixa, em uma transação entre as partes, menos as despesas da venda.


Valor Presente

Trata-se da estimativa do valor presente descontado de fluxos de caixa líquidos no curso normal dos negócios.


Valor Recuperável

É o maior valor entre o valor justo menos as despesas de venda de um ativo e seu valor em uso.


Leia também: Dificuldade com o contador? Conheça a Mitra Inteligência Contábil


Esses são os principais termos contábeis utilizados atualmente! Se você acha que algum dos termos do nosso mini glossário de contabilidade precisam de uma explicação maior, deixa nos comentários.


Se precisar de ajuda na contabilidade da sua empresa, mande uma mensagem que retornamos o mais breve possível!


Nossos contatos

WhatsApp: 51 9956-83071

Telefone: 51 3249-0010

E-mail: contato@mitraassessoria.com.br

Entrar em contato pelo site










0 visualização0 comentário